| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

URBANO EM REDE
Desde: 02/05/2011      Publicadas: 154      Atualização: 02/10/2019

Capa |  Bloguistas  |  Cantinho do aluno  |  Cantinho do professor  |  Escola da Família  |  Esportes  |  Projetos  |  Urbano no ar


 Cantinho do aluno

  02/07/2019
  0 comentário(s)


Reflexões sobre o documentário "Ausentes: Evasão Escolar no Ensino Médio"

A evasão escolar é um dos grandes problemas do Ensino Médio, principalmente, em escolas públicas localizadas nas periferias, assim como a nossa.

Reflexões sobre o documentário

Numa dessas noites de sexta feira em que poucos alunos vão à escola, não apenas para a nossa, mas para a maioria das escolas, inclusive para as faculdades, assistimos ao documentário "Ausentes: Evasão Escolar no Ensino Médio", um documentário produzido por Amanda Pattaro, Caren Godoy, Izabela Eid e Tácila Faria como Trabalho de Conclusão de Curso, da Faculdade de Jornalismo, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas em 2016.

Nossos estudantes assistiram ao documentário, participaram de uma roda de conversa sobre o tema, fazendo questionamentos e reflexões sobre as dificuldades encontradas por eles e as comentadas no documentário. Depois disso alguns alunos e alunas escreveram algumas linhas sobre o que viram e a estudante Thais, do 3º ano do E.M. escreveu uma dissertação.

Texto dos alunos: Sergio, Gustavo, Cristian, Pablo, Rayane, Thais, Leonardo, Ivam, Caio e Felipe.

Muitos jovens estão abandonando as escolas por vários motivos, são eles: gravidez, desinteresse, problemas financeiros, vícios, trabalho etc.

Alguns jovens vêm para a escola, mas não tem interesse nos estudos, por conta disso acabam ocupando o espaço de quem realmente tem interesse.

No documentário aparecem vários exemplos de pessoas que pararam de ir para a escola para poderem trabalhar e se sustentar.

Texto da estudante Thais Queiroz dos Santos.

Pobreza e Gravidez umas das principais causas da evasão escolar.

A exclusão está relacionada a casos de repetência, abandono e evasão escolar. Segundo pesquisas feitas pelas  Unicef (Fundos das Nações Unidas para a Infância), o trabalho infantil, desigualdade social, inclusão digital e gravidez precoce são fatores determinantes para o abandono e repetência escolar. 

Cerca de 3,7 milhões de meninas entre 6 e 17 anos  de idade estão fora da escola ou não terminaram os estudos  no Brasil, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad/2009).  As causas variam conforme o nível de ensino. No Ensino Fundamental a distância da escola  associada à falta de transporte, trabalho infantil, ou de quem possa levar e buscar a criança, é a principal causa.

Já no Ensino Médio, a falta de interesse,  a democratização do acesso às tecnologias da Informação, dificuldade de acesso a biblioteca e a gravidez precoce na adolescência é que passa a ser umas das principais causas.

Crianças e adolescentes escolhem como opção  o trabalho, como alternativa para tentarem escapar da pobreza em atividades  que os submete a exploração sexual, abuso físico, isolamento social e psicológico. O número de adolescentes grávidas chega a ser gritante, estimada em 65,5 nascimentos a cada mil.  Vale salientar ainda que cerca de 30% das meninas que engravidam na adolescência acabam tendo outro filho no primeiro ano pós-parto. Esses fatores levam as meninas a abandonarem a escola por não terem com quem deixar seus filhos e para serem mães em tempo integral.

No mundo globalizado em que vivemos, é necessário que as escolas despertem o interesse do aluno com novas atividades em sala de aula, disponibilização da tecnologia para acesso a informações e pesquisas, bibliotecas para locais de estudo após a aula.  Presenças de equipes multidisciplinares compostas por psicólogos, assistentes sociais e líderes capazes de atender a essas demandas. Que o esporte, a cultura e o lazer façam parte dessa malha interdisciplinar da Educação Restaurativa, onde o entretenimento seja garantido como uma forma mais ampla da inclusão social dos jovens estudantes

Sendo assim, devemos começar a tomar atitudes para que aos poucos esses assuntos sejam resolvidos. Promovendo debates, campanhas , palestras e uma Educação Restaurativa que seja capaz de acompanhar o mundo da digitalização. Mudança é difícil no começo, confusa no meio e surpreendente no final. Devemos lutar pela  educação e pelo futuro dos jovens. 

 

Para assistir ao documentário acesse: https://www.youtube.com/watch?v=vouEeBimqos

  Autor:   Prof. Fabiana Azevedo


  Mais notícias da seção Construindo relações no caderno Cantinho do aluno
03/04/2018 - Construindo relações - Passeio Cultural do Grêmio Estudantil em Itaquera
Alunos do Grêmio Estudantil conheceram alguns pontos culturais de Itaquera - Confira o depoimento dos estudantes!...
01/08/2017 - Construindo relações - Reflexões de uma adolescente
Texto da aluna do 2º ano do Ensino Médio, Julia Regina e ilustrações do ex-aluno Lucas Rosa....
28/03/2017 - Construindo relações - Construindo o Poder Popular
Posicionamento dos estudantes do Ensino Médio - Período Noturno...
20/12/2016 - Construindo relações - Capitalistas da Educação
Reflexões do aluno Gustavo Soares do Vale, 2º ano A do ensino médio, acerca da realidade da educação superior no Brasil....
02/12/2016 - Construindo relações - Minha Experiência na Rádio "Jovens Legendários"
O alunos Matheus Izaías do 2º ano do Ensino Médio conta sobre sua experiência em participar da rádio escolar no ano de 2016....
16/06/2016 - Construindo relações - Seminário Internacional - Cidades e Territórios: Encontros e Fronteiras na Busca da Equidade
Artigo de opinião do aluno Gustavo Soares sobre sua participação, representando o grêmio estudantil, no Seminário em Comemoração aos 10 anos de atuação da Fundação Tide Setubal. ...
17/05/2016 - Construindo relações - Segurança no bairro - Artigo de Opinião
No dia 12 de maio de 2016 a E.E. Reverendo Urbano de Oliveira Pinto sediou a reunião do CONSEG - Conselho Comunitário de Segurança - de A. E. Carvalho.Convidamos alguns alunos a escreverem suas opiniões sobre o assunto. Confiram!...
30/09/2015 - Construindo relações - Definição a respeito de bullying: escolar e cyberbullying.
É uma ação de ordem mundial, praticada em qualquer local, tais como escola, faculdade/universidade, família, mas pode ocorrer também no local de trabalho e entre vizinhos. ...
18/05/2015 - Construindo relações - Lavar mãos corretamente para eveitar doenças incurávies.
Lave sempre as mão quando chegar da rua !!!...
26/05/2014 - Construindo relações - E.E Reverendo Urbano inova com ações para diminuir as evasões das sextas-feiras.
Projeto realizado por professores do período noturno somatizam as boas práticas pedagógicas, a qual com incentivo ao lúdico e as atividades motoras incentivam as artes musicais, plásticas, esporte e lazer....
19/06/2013 - Construindo relações - III ENCONTRO REFLORA URBANO ENO TREE PLATYNG DAY - BRASIL / FILÂNDIA - PROJETO DE REFLORESTAMENTO EM SÃO PAULO - CAPITAL NO DIA 19 DE JUNHO DE 2013.
PROJETO HÍBRIDO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL VISA COMO MOTOR PROPULSOR O REFLORESTAMENTO DO AMBIENTE ESCOLAR URBANO, TAL COMO A INTERTEXTUALIDADE NO ESPAÇO NATURAL PARA A DISCUSSÃO DE TEMÁTICAS EXTRACURRICULARES JUNTO AOS DISCENTES.NESTA TERCEIRA EDIÇÃO REALIZADA NAS DEPENDÊNCIAS DA INSTITUIÇÃO PÚBLICA ESCOLAR E.E. REVERENDO URBANO DE OLIVEIRA PINTO, PRO...
31/10/2012 - Construindo relações - 18 de MAIO PROTEJA NOSSAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES..
.PROTEJA NOSSAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES....
02/12/2011 - Construindo relações - APRENDA A ANDAR DE SALTO.
ORIENTAÇÕES PARA MENINAS APRENDEREM A ANDAR DE SAPATO COM SALTO ALTO....
19/08/2011 - Construindo relações - COMEMORAÇÃO DO DIA DO FOLCLORE.
A dia do folclore na "E.E. REVERENDO URBANO FOI UM SUCESSO"....



Capa |  Bloguistas  |  Cantinho do aluno  |  Cantinho do professor  |  Escola da Família  |  Esportes  |  Projetos  |  Urbano no ar
Busca em

  
154 Notícias